O que você precisa saber sobre Valhalla, o DLC gratuito de God of War Ragnarok


Uma dos principais anúncios surpresa do The Game Awards, o DLC de God of War: Ragnarok chega ao PlayStation 4 e PlayStation 5 nesta terça-feira (12) com a missão de expandir a história de Kratos ao mesmo tempo em que reinventa algumas mecânicas do jogo. Completamente de graça, a expansão Valhalla está disponível a partir das 14h e traz muitas novidades para quem já estava com saudades do Fantasma de Esparta.

Durante o anúncio do extra, a Sony já havia confirmado que a ideia era criar uma experiência roguelite, ou seja, em que o jogador teria de avançar pelas terras de Valhalla em várias idas e vindas enfrentando inimigos com diferentes combinações de habilidades e equipamentos. Só que o novo conteúdo deve trazer também algumas adições que vão além do gameplay.

Continua após a publicidade

Desde mudanças no sistema de combate até um novo olhar para a história do protagonista, o DLC tem muito o que oferecer aos fãs.

Como acessar o DLC Valhalla em God of War Ragnarök

Como dito, o DLC Valhalla de God of War Ragnarok estará disponível a partir das 14h do dia 12 de dezembro e será totalmente gratuito tanto no PlayStation 4 quanto no PlayStation 5.

Para acessá-lo, porém, você precisará ter o jogo base instalado. Parece óbvio, mas a Sony já lançou algumas expansões independentes nos últimos anos, como Marvel’s Spider-Man: Miles Morales, o que torna a dúvida compreensível.

Continua após a publicidade

Por outro lado, os jogadores não vão precisar ter terminado a campanha de Ragnarok para poder explorar o conteúdo de Valhalla. A Santa Monica Studio confirmou que o extra funciona de forma independente, ou seja, sem exigir que você tenha alcançado uma parte específica da história ou que tenha habilidades ou equipamentos específicos. Da mesma forma, seu progresso não será levado para a trama principal. O que acontece nas terras sagradas de Valhalla ficam por lá.

O único porém, segundo os desenvolvedores, é para os jogadores que se preocupam com spoilers. A trama se passa após o final de Ragnarok e traz alguns diálogos e cutscenes que podem entregar as reviravoltas da campanha. Por isso mesmo, vale o alerta.

Uma nova história para Kratos

Continua após a publicidade

Embora a Sony tenha dado muita ênfase às novidades de jogabilidade de Valhalla, o DLC de God of War Ragnarok conta com novas histórias para o Fantasma de Esparta. Depois dos acontecimentos da campanha principal, Kratos precisa encarar uma jornada solitária sem Atreus e, ao lado da cabeça falante de Mimir, acaba parando nas praias do paraíso nórdico.

Só que esse passeio por Valhalla não vai ser nada amistoso. Além de ter que encarar hordas de monstros e inimigos, o personagem vai ter que encarar seu próprio passado. E é aí que as coisas tendem a ficar mais interessantes.

A Sony não deu muitos detalhes sobre o que essa jornada pessoal do protagonista significa, mas fez questão de frisar como é algo ligado aos fantasmas que Kratos carrega consigo. E, pelo que o trailer rapidamente apresentou, isso pode trazer alguns elementos da mitologia grega de volta para a série.

Continua após a publicidade

Um roguelite nórdico

Em termos de jogabilidade, a principal novidade de Valhalla é como ele transforma God of War: Ragnarok em um roguelite. Dessa forma, o jogador terá de avançar pelo novo cenário em diversas tentativas, experimentando novas combinações de equipamentos e habilidades para ir cada vez mais longe.

Isso muda de forma bastante significativa a mecânica e a própria lógica do jogo. Para começo de conversa, prepare-se para morrer muitas e muitas vezes. Só que isso não é sinônimo de fracasso, mas de recomeço, já que você vai ter mais recursos à sua disposição para melhorar suas armas e poderes — além de ter um significado narrativo próprio.

Continua após a publicidade

Para isso, a Santa Monica Studio criou uma nova árvore de habilidades para o protagonista acessar, assim como armas próprias para os novos desafios. A cada nova tentativa, ele terá um escudo e um tipo de Fúria Espartana à disposição e, à medida que avança, ganhará glifos que liberam melhorias de atributos e novos benefícios.

A ideia é fazer com que cada tentativa de avançar em Valhalla seja única, já que as combinações serão sempre diferentes. E a promessa é que o nível de dificuldade seja bem elevado justamente para testar a habilidade e a persistência dos jogadores. Tanto que há cinco níveis de dificuldade e, quanto maior ela for, melhores serão as recompensas obtidas.

Novos troféus

Continua após a publicidade

E se você procura ainda mais motivos para se aventurar por Valhalla, o DLC gratuito de God of War Ragnarok traz uma nova lista de troféus para serem desbloqueados. Assim, os aficionados por 100% terão muito o que fazer neste fim do ano.

Ao mesmo tempo, você não precisa desistir do sonho da platina. A expansão coloca os troféus em uma lista separada, ou seja, quem ainda busca completar Ragnarok não vai precisar encarar os desafios de Valhalla para isso.



Source link